Crédito, Agencia Senado
Alexandre Frota rompeu com Bolsonaro e ficou sem vaga no Congresso
A eleição de Jair Bolsonaro em 2018 trouxe novas caras à política brasileira — pessoas com pouca experiência nessa esfera que foram alçadas a cargos públicos na esteira da popularidade do presidente.
Mas no decorrer dos últimos anos, muitos deles romperam com o presidente. Alguns dos ex-aliados mais famosos, entretanto, não conseguiram se eleger no domingo, como o deputado federal Alexandre Frota e os irmãos Arthur e Abraham Weintraub, respectivamente ex-assessor especial da Presidência e ex-ministro da Educação.
Confira abaixo o desempenho de alguns expoentes e ex-expoentes do bolsonarismo nas urnas no domingo (02/10).
Muitos dos ex-ministros de Bolsonaro que largaram o governo para concorrer a cargos conseguiram se eleger, como Damares Alves (da pasta Mulher, Família e Direitos Humanos), Tereza Cristina (Agricultura) e Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia). Outros políticos fizeram movimentos de aproximação com o bolsonarismo — caso do senador Romário, que se filiou ao PL do presidente.
E houve também novatos, como o vereador mineiro Nikolas Ferreira, que com uma campanha inspirada em Bolsonaro se tornou o deputado federal mais votado do país este ano. Entre os ex-aliados do presidente, o ex-ministro da Justiça Sergio Moro e o deputado federal Kim Kataguri conseguiram se eleger.
Fim do Matérias recomendadas
Crédito, Ag Brasil
Damares Alves defende foi eleita senadora pelo Distrito Federal
A lista de expoentes do bolsonarismo que não conseguiram se eleger inclui desde pessoas que romperam com o presidente (caso de Janaína Paschoal, Joice Hasselman, Alexandre Frota e dos irmãos Arthur e Abraham Weintraub) a aqueles que buscaram colar sua imagem na do presidente sem sucesso (como a médica Nise Yamaguchi, o ex-assessor de Flávio Bolsonaro Fabrício Queiroz e parentes do presidente). O deputado estadual Douglas Garcia (Republicanos, conhecido por ter hostilizado a jornalista Vera Magalhães após um debate para as eleições estaduais de São Paulo), também não conseguiu se eleger.
E há também políticos estabelecidos que se aliaram à Bolsonaro sem conseguir se eleger, como Fernando Collor.
Sabia que a BBC está também no Telegram? Inscreva-se no canal.
Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
© 2022 BBC. A BBC não se responsabiliza pelo conteúdo de sites externos. Leia sobre nossa política em relação a links externos.

source