O presidente Jair Bolsonaro pretende atacar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva até tirá-lo do sério amanhã (16), durante o primeiro debate do segundo turno das eleições, na Band.
Segundo a coluna Radar, da edição da revista Veja desta semana, um auxiliar do ex-capitão que acompanha sua preparação para o embate afirmou que “Bolsonaro dirá coisas pesadas na cara do Lula.”
De acordo com a Veja, o ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, passou a semana como “coach” de Bolsonaro, treinando-o para o confronto deste domingo. Nogueira simulou “ataques duros” contra Lula, e contou com a ajuda de um especialista em oratória.
O objetivo é que Bolsonaro bombardeie o petista sem alterar a voz, para que a eventual reação agressiva de Lula contraste com sua calculada calma.
A estratégia tem chances de dar certo. Basta lembrar aquele que é considerado o pior momento de Lula na campanha do primeiro turno: o bate-boca com o candidato à presidência do PTB, Padre Kelmon, no debate realizado pela Rede Globo em 29 de setembro.
Para quem assistiu aos debates do primeiro turno, em que Bolsonaro gritava contra Lula inclusive quando não era seu momento de falar, a revista lembra que a missão de mantê-lo sob controle, amanhã, é praticamente “impossível”.
O debate da Band será realizado neste domingo, a partir das 20 horas, e você poderá acompanhá-lo também pelo Money Times, por meio da nossa cobertura em tempo real, incluindo análises e comentários.
O entrevero entre Kelmon e Lula ocorreu já no fim do debate da Globo, quando o petebista lembrou que o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, afirmou que o petista desejava “voltar à cena do crime”, quando se lançou candidato ao Planalto pelo PT em 2018. Hoje, Alckmin é candidato a vice-presidente na chapa de Lula.
“Você era chefe do esquema?”, disparou Kelmon a Lula. Em meio ao bate-boca que se seguiu, o ex-presidente afirmou que seu adversário era um “impostor” e um “padre fantasiado”, em referência às acusações de que Kelmon não pertence à Igreja Ortodoxa, como afirma. Representantes da própria religião divulgaram nota dizendo que desconheciam Kelmon.
Prêmio Os + Admirados da Imprensa!
O Money Times é finalista em duas categorias do Prêmio Os + Admirados da Imprensa de Economia, Negócios e Finanças. O site concorre na categoria Canais Digitais e com o jornalista Renan Dantas na categoria Jornalistas Mais Admirados. Deixe seu voto aqui!
Última atualização por Márcio Juliboni – 15/10/2022 – 11:57

source