Custeada por dotações orçamentárias legalmente estabelecidas e recursos próprios obtidos junto à iniciativa privada, a Fundação Padre Anchieta mantém uma emissora de televisão de sinal aberto, a TV Cultura; uma emissora de TV a cabo por assinatura, a TV Rá-Tim-Bum; e duas emissoras de rádio: a Cultura AM e a Cultura FM.
Rua Cenno Sbrighi, 378 – Caixa Postal 66.028 CEP 05036-900
São Paulo/SP – Tel: (11) 2182.3000
Presidente participa do debate com Lula (PT) neste domingo (16)
A TV Cultura, Band, UOL e Folha de S.Paulo se unem e formam um pool para realizar o primeiro debate do segundo turno das Eleições 2022 neste domingo (16). Jair Bolsonaro (PL), presidente e candidato à reeleição, e Luiz Inácio Lula da Silva (PT) participam do embate.
O atual chefe do Executivo chegou ao local por volta das 19h10 e se defendeu sobre as acusações de pedofilia no caso com venezuelanas e as expectativas sobre o embate.
“Espero que seja um debate de alto nível […]. Peço a Deus que tudo ocorra bem nesse dia, que o povo possa ter informações sobre os seus candidatos, do que eles fizeram e do que eles possam fazer no futuro”, afirmou.
Na última sexta-feira (14), em conversa com influenciadores em um podcast, o presidente falava sobre a vinda de venezuelanos ao Brasil quando narrou um encontro com meninas de idades entre 14 e 15 anos durante um passeio de moto nos arredores de Brasília.
Ao relatar o episódio, o presidente disse que “pintou um clima” ao interagir com as garotas e insinuou que elas estariam se prostituindo. Essa declaração gerou uma ampla repercussão e foi criticada por opositores nas redes sociais.
Na chegada ao debate, o presidente voltou a falar sobre o assunto. “As últimas 24 horas foram as mais terríveis da minha vida. Uma acusação infame, sórdida de pedofilia. “Tentaram me atingir sobre aquilo que é mais sagrado pra mim, a defesa da família e das crianças”, disse.
“Pintar um clima seria para conversar, eu fui para dentro da casa com 10 seguranças. Essa história de ‘pintar clima’ eu uso muito, e naquele momento, foi exatamente para mostrar que ‘pintou’ a oportunidade de entrar na casa das venezuelanas, e mostrar o que nós não queremos para o Brasil”, completou.
O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes determinou que Lula (PT) se abstenha de explorar durante a propaganda eleitoral gratuita e em suas redes sociais vídeos que associem o candidato à reeleição ao crime de pedofilia.
De tom “cordial” a “acusações sujas”: Veja a repercussão do debate entre Lula e Bolsonaro na mídia internacional

source